Entrevista de Tim Cook sobre o Futuro dos Smartphones

CEO da Apple dá entrevista e afirma que Smartphones serão cada vez mais Necessários no Futuro.

Recentemente Tim Cook, CEO da Apple, afirmou que com o passar do tempo o iPhone e os smartphones de uma maneira geral serão cada vez mais essenciais na vida das pessoas. A afirmação foi feita em uma longa entrevista concedida para o jornal "The Washington Post".

De acordo com Cook, a necessidade e importância dos smartphones irá crescer devido aos avanços que se tem obtido em relação a inteligência artificial.

Ele acredita que com a inteligência artificial esses dispositivos serão assistentes bem melhores do que os que conhecemos hoje. Para ele, se hoje nós não saímos de casa sem esses aparelhos, no futuro nós estaremos literalmente conectados a eles.

Para o CEO da Apple, o mercado que envolve os smartphones ainda é de fundamental importância e de grande valor. Ele chama a atenção para o fato de que isso tudo não quer dizer que não farão mais nada. Pelo contrário, as possibilidades desse futuro abrem uma gama para uma nova categoria de produtos impressionantes.

O mais interessante é que Cook não coloca esse futuro em um lugar tão distante. Ele cita inclusive o próximo trimestre assim como os próximos anos.

O CEO também falou das suas falhas na presidência da marca mais valiosa do mundo. Uma que marcou muito e ainda permanece na lembrança de muita gente foi o Apple Mapas. O app foi desenvolvido com objetivo de ser um substituto equivalente para o já conhecido Google Maps, que estava sendo comumente instalado no iOS de iPads e iPhones.

O problema apareceu logo que o programa foi lançado. Tudo indicava para o fato de que ele não estava pronto para ir parar nas mãos dos usuários. Os bugs e erros do app chegaram a ser tantos e tão incômodos que muita gente no lugar de se perturbar com a situação começou a fazer piadas sobre a questão.

Outro erro cometido por ele e que foi comentado durante a entrevista foi de teor empresarial e dizia respeito mais especificamente a contratação de John Browett para ser o responsável pelo setor de varejo da empresa. Browett acabou sendo demitido apenas seis meses depois de sua contratação. Cook descreve a situação dizendo que ele não se encaixa na cultura da empresa e destaca que essa é uma boa maneira de definir a questão.

Tim ainda falou sobre os investimentos da companhia no setor de realidade aumentada. Já sobre futuros projetos ele procurou se esquivar do tema.

Steve Jobs também foi assunto na entrevista como era de se esperar. Cook afirma que nunca achou que alguém poderia substituí-lo e que muito menos considerava este o seu papel à frente da Apple.

Ele ainda destacou que quando assumiu a presidência acredita que Jobs permaneceria por perto por um bom tempo. Mas o que ocorreu foi justamente o contrário. Ele define o dia da morte de Jobs como algo que para ele seria perfeitamente taxado como o pior dia da história.

Por Denisson Soares

Postar Comentário