Qualcomm nega Problemas de Aquecimento em Celulares

Qualcomm tranquiliza usuários que possuem aparelhos da marca.

Esse é um assunto um tanto controverso, o fato de dispositivos eletrônicos esquentarem de vez em quando, talvez muito desse pensamento venha do fato de que nossa cultura se habituou ao uso de equipamentos eletrônicos com base em computadores. E por isso mesmo sempre consideramos qualquer aquecimento fora do comum como indício de anormalidade e possíveis problemas graves nos aparelhos.

Quem, ao sentir que seu smartphone estava ficando um pouco mais quente, não deve ter imaginado consigo mesmo: “Será que esse calor todo não vai derreter nada aí dentro?” ou “ Será que meu smartphone vai “dar prego” com isso?”.

De fato, esses e outros pensamentos que seguem a mesma linha costumam nos chegar volta e meia. Porém, indo na contramão dessa história toda. está a Qualcomm. É difícil não reconhecer a importância da companhia no setor de tecnologia atual. Afinal, nos últimos anos ela acabou se consolidando como uma das mais importantes fabricantes de processadores portáteis. Mas a questão é a seguinte: Um representante da empresa afirmou recentemente que as pessoas precisam parar de se preocupar com o aquecimento de seus aparelhos.

Em uma entrevista concedida para o AndroidPit, o porta-voz da empresa foi bastante assertivo ao afirmar categoricamente que os chipsets Snapdragon foram desenvolvidos e fabricados para que conseguissem suportar as altas temperaturas.

O porta-voz foi mais além, dizendo que como foram projetados com essa “característica” especial, poderão garantir a tão pedida segurança e confiabilidade desses eletrônicos pelos usuários.

De acordo com o executivo da Qualcomm, os processadores Snapdragon antes de serem literalmente colocados no mercado, passam por testes rigorosos de resistência tudo para que eventualmente não apresentem o risco de falhas para os consumidores dos mesmos.

É interessante observarmos também que os chips portáteis que vem tomando conta do mercado atualmente agregam uma infinidade de funções dentre as quais estão a CPU, DSP, GPU, transmissor de sinal telefônico, rádio, processamento das imagens da câmera, modem de internet, entre vários outros que poderiam ser listados.

A questão é que eles possuem tudo isso sem a presença de coolers ou algum outro tipo de sistema de refrigeração que comumente são vistos nos PCs, por exemplo. Ainda assim, pode ficar tranquilo, muita gente nem sabia de muitos desses aspectos, mas de qualquer maneira seu aparelho celular não terá os problemas que possivelmente um computador teria.

Segundo a Qualcomm, um dos maiores desafios da companhia atualmente envolve um ponto importante para todo mundo: A criação de processadores cada vez mais eficientes e velozes e que em contrapartida, ainda sejam capazes de resistirem as altas temperaturas.

Ainda assim há um probleminha nisso tudo. Tendo em vista que o aquecimento até não possa causar danos, fica claro para qualquer pessoa que o fato ainda causa transtornos no que diz respeito ao desempenho dos aparelhos.

Por Denisson Soares

Postar Comentário