Qual a Operadora com a Internet Mais Barata do Brasil

Descubra aqui qual operadora oferece a internet mais barata do Brasil.

Quem utiliza muito a internet pode já em algum momento ter se perguntado sobre os valores da sua utilização em relação às concorrentes e, principalmente, se está fazendo um bom negócio.

Nesse sentido, a Agência Nacional de Telecomunicações, a Anatel, divulgou um relatório com o intuito de que as pessoas possam visualizar melhor os preços que são praticados pelas operadoras de telefonia fixa no Brasil, em relação aos planos de banda larga das mesmas. Com informações extremamente relevantes e de importante contribuição para o setor, os dados nos documentos são de caráter público e coletados nos sistemas internos da Agência.

Sendo assim, inicialmente é preciso destacar que foram analisadas nesta pesquisa as seguintes organizações: Telefônica, NET, GVT, Vivo, TIM e Oi.

Em um panorama geral, foi notado pela Anatel que, desde o ano de 2010, o valor médio brasileiro em relação ao custo da internet caiu significativamente. Em um comparativo, portanto, o mesmo foi demonstrado, em números, da seguinte maneira. Há 6 anos atrás, 1 MB de conexão custava em torno de R$ 21,18. Este valor é 71,7% superior àquele encontrado hoje pelo mesmo pacote, custando atualmente R$ 5,98.

Em relação, portanto, aos dados coletados para a realização do ranking, indo este do mais barato para o mais caro, a Anatel demonstrou que a TIM, subsidiária da Telecom Itália, é a operadora com o melhor preço, tendo assim a internet mais barata. Sendo assim, a TIM Fibra comercializaria 1 MB pelo preço de R$ 2,04, em média.

Seguindo as colocações, a segunda posição é ocupada pela empresa NET Telecomunicações, sob posse majoritária da Embratel. A mesma vende a sua internet, de mesma velocidade da anterior, por R$ 2,26.

Continuando, com 1MB por R$ 2,73 e ocupando o terceiro lugar, está a Global Village Telecom, ou GVT. A mesma foi adquirida em 2015 pela empresa espanhola Telefónica e, dessa forma, se uniu à marca Vivo desde 15 de abril de 2016, tornando-se uma só.

Na sequência, após as três primeiras posições, os valores apresentados começam a ficar assustadores, uma vez que o acréscimo é exorbitante. Sendo assim, na quarta posição está a Telefônica, com a cobrança de R$ 9,36 por 1 MB. E a Oi Telecomunicações aparece ocupando o último lugar no ranking, com a cobrança por 1 MB de R$ 10,27, muito superior aos demais.

Kellen Kunz

Postar Comentário