Curiosidades sobre os Celulares

Conheça aqui as principais curiosidades sobre os celulares e smartphones.

Quem foi que realizou a primeira ligação de um aparelho celular? E para que tipo de aparelho foi? E qual foi a primeira empresa a lançar um modelo de celular no mercado? Você não tem resposta para estas perguntas? Não há problemas. Leia o nosso post abaixo e você ficará por dentro de 13 curiosidades sobre os aparelhos celulares, desde que foram lançados até os dias atuais.

A empresa Motorola foi a primeira a realizar uma chamada de um telefone móvel para um telefone fixo. Isso aconteceu em 1973.

Não é por menos, que foi também a Motorola a primeira empresa a lançar no mercado um aparelho celular, no ano de 1983. O modelo era o DynaTAC 800X e custava em torno de US$ 2.500. Um absurdo de caro para a época!

Os primeiros celulares tinham o peso de praticamente 1 quilo e o tamanho de uma régua de 30 centímetros. O tempo para a bateria ser carregada era de 10 horas e ela só durava 20 minutos.

O primeiro SMS foi enviado nos Estados Unidos, em 1991, com uma mensagem de Feliz Natal.

Diariamente, 2 milhões de pessoas no mundo adquirem um aparelho celular.

O modelo iPhone só apareceu em 2007, sendo vendido nos Estados Unidos, Alemanha e Reino Unido.

Em caso de emergência, pode-se ligar para o 190, número de telefone da Polícia, sem ter créditos no celular, com o teclado bloqueado ou até mesmo sem ter um cartão SIM no aparelho.

O uso da palavra “celular” para os aparelhos celulares foi iniciado em 1977, mas somente em 1984 ela apareceu documentada.

Como é chamado o medo de não poder usar um celular ou de não ter nenhum sinal? Nomofobia.

Mais de 250 mil patentes diferentes estão envolvidas com a tecnologia dos atuais aparelhos celulares

Todos os dias, cada pessoa "destrava" em média mais de 100 vezes o seu aparelho celular.

Os atuais telefones celulares são considerados mais potentes e evoluídos do que o computador que ajudou o homem chegar à Lua

A quantidade de bactérias existentes em um aparelho celular é, em média, 18 vezes maior do que as que “moram” no banheiro.

Gostou do nosso artigo? O que achou dele? Compartilhe conosco as suas experiências!

Kika Akita

Postar Comentário